Mário Galinho faz duras críticas a Luiz de Deus que vetou importante projeto de lei para idosos e pessoas com deficiência de locomoção

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 19 de junho de 2019 às 20:34

A sessão da Câmara Municipal de Vereadores desta última segunda-feira, 17/06, foi marcada pelo importante e duro discurso do vereador Mário Galinho (SD) questionando o veto do prefeito municipal Luiz Barbosa de Deus sobre o projeto de lei de autoria do vereador Pedro Macário, qual versa sobre a entrega domiciliar gratuita de medicamentos de uso contínuo às pessoas com deficiência motora, multideficiencia profunda com dificuldade de locomoção e idosos no município de Paulo Afonso.

 

“É inaceitável que um projeto como este, de tamanha humanidade, que não gera custos para o município, que promove um atendimento digno a pacientes que não tem como se locomover em busca do seu remédio, seja vetado pelo prefeito. Isso é desumano. Fico indignado!” Falou Galinho.

 

Mário conclamou que a casa legislativa promulgue o projeto, derrubando o veto do prefeito, pois se trata de um projeto de grande relevância para o município e de extremo beneficio para os usuários que não podem ser prejudicados pela insensibilidade do prefeito.

 

O vereador continuou o discurso com incisivas críticas ao pedido de dispensa de formalidades sobre um outro projeto, desta vez, de iniciativa do prefeito, sendo o único parlamentar a se posicionar contra.

 

“Como posso aprovar um projeto de lei com 23 artigos, que dispõe sobre alteração de QDD (Quadro de Detalhamento de Despesas – sobre valores de diárias) sem que o mesmo tenha passado pelas comissões? Nenhum vereador aqui desta casa avaliou o projeto, não gerou discussão nem entendimento, e ainda pede-se dispensa de formalidades? É querer empurrar o projeto do prefeito goela abaixo sem o devido estudo da matéria, que é nossa obrigação.

 

Ele (o prefeito) veta um projeto de lei que ajuda o idoso e quem não pode se locomover para buscar seu medicamento, mas tem a coragem de nos enviar um projeto para aprovação, às pressas, que onera o município podendo aumentar ainda mais os gastos com diárias que já é um absurdo, sem que esta casa avalie a viabilidade, ignorando totalmente o regimento deste parlamento”. Concluiu Galinho.

18 pensamentos em “Mário Galinho faz duras críticas a Luiz de Deus que vetou importante projeto de lei para idosos e pessoas com deficiência de locomoção”

  1. Um projeto simples e humano, acredito ser de extrema importância para pessoas nessas condições aqui citadas, mas infelizmente os munícipes tem o que merece e a oposição em Paulo Afonso nunca chegará ao executivo, pois não fazem críticas construtivas e apresentam bons projetos, exceto o Mário Galinho que na minha opinião faz um excelente trabalho.
    Eu não estou falando isso por que votei nele, pois em 2016 não fui em Paulo Afonso por não acreditar no quadro que se formava, pensei que Mário Galinho não fosse desenvolver esse belíssimo trabalho, achei que seria mais um entre os 15, mas graças a Deus estava errado.
    Infelizmente em Paulo Afonso o sistema amarra as mãos das pessoas, com o loteamento da prefeitura e de cargos, impedindo que o município se desenvolva ainda mais, essa gestão tem alguns acertos, são poucos, mas possui alguns erros gravíssimos, se tivéssemos eleitores acompanhando de perto o processo político da cidade, certamente esses que aí estão, não seria escolhido para ficar no executivo. Parabéns Mário Galinho pelo trabalho, continue fazendo a diferença e se um dia sair do legislativo, sairá de cabeça erguida, mas você é digno de continuar na política, basta que os votos estejam a altura do seu trabalho, ou seja, que os eleitores tenha o nível da sua competência.

  2. INFELISMENTE , SÓ TEM UM VEREADOR DE OPOSIÇÃO; MARIO GALINHO. OS OUTROS SÃO MERCADORIA DE FIM DE FEIRA. TENHA CORAGEM, E PUBLIQUE MEU REPUDIO. E OLHE QUE NÃO SÓ SOU EU QUE ENXERGA ASSIM NÃO.

  3. Isso mesmo vereador. Quem está gerindo não está capaz de gerir . É pura INGERÊNCIA.
    Sem falar nos vereadores analfabetos funcionais que aí se encontram. Como discutir as leis?

  4. Não seria a hora de debatermos, também, a disposição das calçadas de Paulo Afonso, verdadeiras corridas de obstáculos? Pedaços de pau, estacas, batentes altíssimos, pedras, cascalhos, rampas escorregadias, jardins e hortas na calçada, verdadeiros atestados de falta de civilidade e amor ao próximo. A turma parece não entender que a calçada é do pedestre. Imagine [nós] velhos com “deficiência de locomoção”! Se não fosse a oposição da minha mulher, eu já estaria andando de bengala em Paulo Afonso. As topadas são inúmeras. Com todo respeito.

    1. Paulo Afonso é um lugar que as pessoas não se preocupa com o próximo pelo contrário muitos fazem o mal de propósito as calçadas eles esquece que é exclusivo para os pedestres mais transfomaram em comércio e depósito de carro velho abandonado temos que dividir as ruas com os veículos pondo em risco nossas vidas mais isso parece que faz parte da cultura pauloafonsina triste mais acho que isso nunca vai mudar não adianta o prefeito proibir mais as pessoas não tem educação e não cumpri

  5. O sentimento que tenho é que esse rapaz parece mesmo ser firme nas posições. O pior é que é o único. Se não se vender aos “deuses” ou outros parasitas políticos, tem meu voto. Parabéns pelo trabalho.

  6. Trabalho na câmara a muitos anos, e te falo de certeza Mário Galinho, esse foi o melhor PROJETO DE LEI que eu vi na câmara, muito bem elaborado e os idosos merecem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.