Prefeitura de Paulo Afonso assume 25% da gestão do Hospital Nair Alves de Souza a partir de 1º de janeiro

A instalação oficial da comissão na unidade de saúde ocorrerá nesta quarta-feira (11)

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM INFORMAÇÕES DA ASCOM/PMPA | 10 de dezembro de 2019 às 17:05




 

O prefeito Luiz de Deus assinou nesta segunda-feira (9), a portaria 262/2019, que institui a comissão para proceder aos levantamentos necessários a transição da diretoria administrativa do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS).

 

No documento, o gestor nomeia os seguintes servidores: o administrador do Hospital Municipal de Paulo Afonso (HMPA), Marcelo Amâncio; a assessora especial de acompanhamento e execução de contratos, Fabiane de Almeida Oliveira; a enfermeira Micheline Moreira; a odontóloga Iramaia Santiago de Melo Soares; a coordenadora do Samu, Géssica Alves Pereira da Silva e a enfermeira Larissa Daniele Pereira.

 

De acordo com o secretário de Saúde, Ghiarone Garibalde, a implantação da comissão é fruto da sua viagem à Brasília, ocorrida no final de novembro. “Fomos ao Ministério da Saúde em Brasília e, como já haveria o repasse de 25% da gestão do HNAS para a Prefeitura, a partir de 1º de janeiro de 2020, ficou acordada a criação dessa comissão para o acompanhamento dos trabalhos. Os estudos realizados pelo Ministério da Saúde, Governo do Estado e Prefeitura, apontaram pela oficialização deste grupo”, fala Ghiarone.

 

Ele ressalta que a instalação oficial da comissão no Nair ocorrerá nesta quarta-feira (11), onde serão realizados os primeiros levantamentos referentes às questões administrativa, financeira e de ações de saúde do hospital. Ainda segundo o secretário, a comissão ficará na unidade hospitalar diariamente.

 

Após o levantamento, à Prefeitura caberá a responsabilidade da maternidade e leitos neonatais, bem como a ortopedia. “O prefeito orientou que assumíssemos a ortopedia devido ao represamento das cirurgias ortopédicas que não são realizadas no hospital, o que tem causado uma grande fila de espera dos pacientes”, ressaltou. Os custos com a ortopedia contará com a contrapartida do Governo do Estado.

 

O secretário explica ainda que o Ministério da Saúde estará enviando ao município, na próxima semana, um representante da Diretoria Hospitalar para acompanhar todas as ações a serem realizadas no Nair, inclusive a habilitação federal para a ortopedia e a maternidade, representando recursos para o município.







14 pensamentos em “Prefeitura de Paulo Afonso assume 25% da gestão do Hospital Nair Alves de Souza a partir de 1º de janeiro”

  1. Se o gestor do HMPA ira ficar diariamente no HNAS, quer dizer que deixará de fazer sua funções e obrigações enquanto gestor do HMPA. Pq estará assumindo uma outra obrigação. O hmpa vai ficar a ver navios? Quanto tempo vai durar essa comissão? Qual o prazo pra entrega de relatórios ao Ministério da Saúde. Quais as competências desta comissão?

  2. Lascou com o NAIR, um prefeito que é medico e que sempre foi contra a instalacao de uma UTI na cidade, que ganha junto com seu genro o maior salario da Bahia, agora vai meter o dedo no NAIR vai acabar de fechar o hospital.

  3. SÓ JESUS PRA TER PIEDADE DESSAS PESSOAS QUE ESTÃO CRITICANDO A PREFEITURA POR ASSUMIR PARTE DO HOSPITAL NAIR ALVES DE SOUZA. DEVE SER AQUELE TIPO DE GENTE QUE QUANTO PIOR, MELHOR. SR PREFEITO, DEUS LHE ABENÇOI, POIS ATÉ EU FIQUEI SURPRESO COM SUA ATITUDE. GANHOU MEU VOTO COM ESSE GESTO. POIS, APESAR DE TER UM PLANO DE SAÚDE MUITO BOM, EU PENSO EM QUEM NÃO TEM. ESSES QUE CRITICAM, SÃO OS MESMOS DE SEMPRE. PODE DÁ OURO EM PÓ A ELES, MESMO ASSIM FALAM.

  4. Prezados responsáveis pelo site PA4 (Ozildo Alves)
    Conforme pactuado em reunião no dia 11/11/2019, na sede do MPF de Paulo Afonso, a entrada da prefeitura na gestão do HNAS será a solução provisória, devido a iminência da saída da Chesf da gestão do supracitado hospital. Ressalto ainda que a solução definitiva para o problema será a passagem, em momento oportuno, da gestão para a Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco) via EBSERH (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), para que o HNAS passe a funcionar como Hospital Universitário do Campus Paulo Afonso da UNIVASF (HU-PAV), trazendo grande benefício à região. Ressalto ainda que o prédio do HNAS já está escriturado em nome da Univasf; havendo ainda dois termos de compromisso (2015 e 2018) assinados por todos os entes envolvidos na problemática (Chesf, Sesab, Univasf, Prefeitura de Paulo Afonso, Procuradoria do Estado da Bahia e Ministério da Saúde) para que haja a passagem de gestão, de modo definitivo, do HNAS para a UNIVASF (via EBSERH); porém devido a morosidade da EBSERH em assumir a gestão (o que está associado a assunção da nova gestão federal), a solução viável foi a prefeitura de Paulo Afonso assumir o hospital em momento inicial; passando a gestão de modo definitivo a Univasf quando isso for possível.
    Prof. Sydney Leão
    Coordenador do Colegiado de Medicina Campus Paulo Afonso (CMED-PAV) da Univasf

  5. Vamos torcer para dá tudo certo, pois estamos precisando muito e com URGÊNCIA de soluções
    pertinentes á situação, pessimismo e incredulidade não ajudarão em nada.

  6. Ultimamente, só “Doutores” administram a cidade e a saúde só anda pra trás… impressionante como se interessam mais em lotar as clínicas do que abastecer a saúde pública para atendimento à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.