Para evitar privatização, deputados lançam Frente Parlamentar em Defesa da Chesf

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM CARLOS BRITTO | 5 de julho de 2019 às 16:44

Foto: Divulgação.



 

 

Numa articulação para tentar evitar a privatização de empresas do setor elétrico brasileiro, foram lançadas conjuntamente cinco Frentes Parlamentares, nesta quarta-feira (3), na Câmara dos Deputados. Entre elas, está a Frente Parlamentar em Defesa da Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco), presidida pelo deputado federal Danilo Cabral (PSB). Em seu discurso, ele destacou que o grupo de parlamentares que busca lutar contra a tentativa de desmonte e venda de estatais estratégicas para a soberania nacional.

 

“Os valores que defendemos envolvem a soberania do país, a afirmação da democracia e o direito ao prestador de serviços. Por exemplo, o que seria da Chesf e do povo do Nordeste se ela não fosse uma empresa pública?“, afirmou Cabral.

 

O deputado lembrou que a iniciativa de desestatização da Eletrobrás pelo governo do ex-presidente Michel Temer foi derrotada pelo Congresso Nacional. “Nós vencemos, lá atrás, uma batalha importante de uma guerra que está em curso e precisamos reforçar a nossa unidade, que vai nos fazer impor uma nova derrota ao governo“, acrescentou.

 

O deputado ressaltou a importância da Chesf para o Nordeste, com impactos decisivos para o desenvolvimento da região. Ele reforçou que a água do São Francisco gera energia, irrigação e desenvolvimento regional para a população. “A Chesf e o São Francisco vão levar água para 12 milhões de nordestinos, que há 500 anos esperam pelo direito ao acesso à água. É importante reforçar essa unidade e saber fazer chegar ao povo brasileiro”, disse.

 

Foto: Sérgio Francês/divulgação

Protocolo

 

Além disso, Danilo Cabral protocolou um projeto de lei (PL 3.091/2019), que trata sobre a necessidade de análise do Poder Legislativo para a venda de nove estatais, como Eletrobrás, Petrobras, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Correios, e suas respectivas subsidiárias. De acordo com proposta apresentada pelo parlamentar, seria obrigatória aprovação de lei para privatizá-las. O projeto foi subscrito por 17 parlamentares de cinco partidos (PSB, PT, Podemos, PDT e PCdoB) e está em tramitação na Casa. Durante o evento, também houve o lançamento das frentes em defesa da Eletrobrás, da Eletrosul, da Eletronorte e do setor elétrico brasileiro.







40 pensamentos em “Para evitar privatização, deputados lançam Frente Parlamentar em Defesa da Chesf”

      1. Quem ainda acredita nos deputados de Paulo Afonso e região?Votam contra o que traz benefícios,barram o que é bom e entregam tudo de mão beijada,graças ao povo que vota nessa cambada.

    1. Gerar empregos, irão automatizar as usinas um simples toque no botão as turbinas rodam, precisamos de empresas de capital misto isso sim ajuda o desenvolvimento do país.

  1. TEM Q PRIVATIZAR. FICA ESSES FUNCIONÁRIO DA CHESF TODOS PARADOS???? JÁ COM A IDADE DEFASADA APOSENTADOS SEM QUERER SAIR. TEM QUE DA A VAGA PARA OS MAIS NOVOS CONCURSADOS, VOCÊ CHEGA NO TRASPORTE TODOS ELES JOGANDO DOMINOR

    1. Não sabemos o que falamos, os aposentados da CHESF ou ficam nela ou vão para a prefeitura, não notaram isso não?
      Um peso e uma medida.
      O feijão com arroz num dia e no outro arroz com feijão, não muda nada.

  2. Sou a favor da privatização. Simplesmente, o governo petista quebrou a ELETROBRÁS e CHESF. Produção de energia elétrica, tem que ser função da iniciativa privada. O governo arrecada impostos e atua na área de educação e saúde. Naturalmente, os parlamentares estão defendendo seus próprios interesses, que são os cargos e os cabides de emprego, na CHESF. Se privatizar, perdem a mamata.

    1. É muita ignorância! No Governo do PT aconteceram as obras de transposição, a produção de energia eólica e solar. A maior parte das subestações são tele assistidas. Na parte técnica da CHESF não tem gente indicado, são todos especialistas em suas áreas. Mas você deve ser um eleitor de bolsonaro, é compreensível sus ignorância.

  3. Me diga uma Estatal ou Empresa Pública que já beneficiou ou beneficia o povo?
    Eletrobras? Petrobras? Embasa? Banco do Brasil? Correios?
    Todas exploram o povo cobrando preços absurdos pelos serviços, porque há um monopólio, dessa forma o povo é obrigado a pagar pelos serviços que essas Estatais prestam, daí empurram goela abaixo.
    Por mim privatiza todas!

  4. A chesf quebrada??? Kkk teve lucro de 268 milhões !! Se privatizar vai gerar emprego? Vai gerar é demissões pois as máquinas serão automatizadas!! Nossa região vai perder em muito a renda fora a prefeitura que vai deixar de ganhar icms. Cuidado com as privatizações pois só melhora os lucros para a empresa!!!!

  5. Contra a privatização. Trazem grandes lucros à nação. Mas se forem privatizar que seja por um valor justo. Não por o correspondente a um ano de lucro. Assim estaríamos fadados a repetir o caso da Vale. Podem vender mas doar o bem público seria roubar a nação.

  6. As pessoas que não conseguem passar em concurso público como eu passei e trabalho em uma Estatal, tem invejas e querem que essas empresas sejam privatizadas. Vão ter que torcer muito para que sejam privatizadas, pois a luta vai ser grande contra o Bozo e a Privatização.

  7. Só devemos observar o valor que querem vender. Para não se tornar outro caso vale do rio doce. 13 bi de lucro ano passado. A Eletrobras e estratégica para o país.

    1. Quando uma pessoa deseja uma privatização de uma empresa que dar lucro, como a Chesf, é um analfabeto preguiçoso que não gosta de estudar e só vive na malandragem passando a noite nas ruas de Paulo Afonso falando da vida dos outros. não tem competência de passar em um concurso aí deseja que privatize para entrar através de politica.

  8. O que não falta é gente invejosa e ignorante. Estudem, pois dessa forma poderão conseguir um bom emprego e consequentemente deixarão de passar vergonha, escrevendo barbaridades.

  9. Privatizar para ter concurso, cada imbecilidade, vão estudar. A Chesf vende um MWh a R$ 40,00 e as empresas privadas a R$ 150,00, quem vai pagar a conta é o povo.

  10. se privatizar a chesf , vcs vâo paga àgua mas cara, pq a embasa vai comprar do rio sâo francisco q vai passar a ter um dono, e agente se plesmente vai paga àgua mais cara. só isso prá população se liga.

  11. Privatização é a melhor opção para modernizar o sistema elétrico, baratear as tarifas e atender melhor os cidadãos consumidores. Foi assim, nos Estados Unidos e nos países europeus. Estatizar o setor elétrico, foi um grande erro do Brasil. Estes que são contra a privatização, é por quê estão se beneficiando com cargos ou então, receberam uma tremenda lavagem cerebral. Estão mais por fora do que umbigo de dançarina da dança do ventre. Quebraram a CHESF e agora, apontam como defensores. Não enganam mais. Privatizar é a melhor solução.

  12. Se privatiza a Chesf, a quem recorrerão quando quiserem recursos para o Hospital Nair, espaço no auditório do Memorial etc, etc?
    Tudo em Paulo Afonso, para o bem ou para o mal, é Chesf! E a tal “dívida social” que nunca se paga? O dono privado da Chesf pagará?
    Antes de ser contra, ou a favor, de qualquer coisa, é preciso ponderar o que se tem, e o que se terá. A vida dos outros…deixa com os outros.

  13. Privatização já, muda Brasil, muda minha querida Paulo Afonso, precisamos de grandes indústrias para que possa gerar emprego e renda nessa cidade, chega de mamatas na chesf e prefeitura.

  14. Sou de acordo com a privatização.muitos aposentados acomodados fazendo nada vezes nada.têm que tirar esse pôvo e dar lugar a sangue nôvo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.