Mesmo com prefeitura tentando conter avanço, Balneário Prainha sofre com invasão de baronesas

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM ASCOM/PMPA | 11 de Fevereiro de 2019 às 20:56

Fotos: Ascom/PMPA



 

 

Desde a última quinta-feira (7), a gestão municipal iniciou retirada das baronesas acumuladas da rede de contenção do Balneário Prainha. O local sofre diretamente com a chegada das plantas aquáticas, vindas de várias localidades e que têm ponto final a principal localidade de banho e lazer para pauloafonsinos e turistas.

 

Para conter a invasão, a gestão municipal tem trabalho incansavelmente na retirada das plantas. De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Francisco Alves de Araújo, para facilitar o acesso dos equipamentos que estão realizando o trabalho, foi feito um deslocamento do cabo da ancoragem da rede de contenção.

 

“A gente tem dado um suporte aos quiosqueiros que estão preocupados com o volume das plantas. Uma parte do barramento cedeu, mas de prontidão, criamos um deslocamento ao lado da BA-210, para que os homens e as máquinas possam trabalhar e iniciar a retirada das baronesas que estão concentradas no barramento”, afirma.

 

O secretário ressalta ainda que a quantidade maior de plantas, acumulada na rede de contenção, está sendo removida com equipamento de maior porte e transportada por caçambas, sendo descartada em local adequado. Ele ainda explica que os trabalhos não prejudicarão o funcionamento do local.

 

A barreira de contenção das baronesas no Balneário Prainha, com 500 metros de extensão, foi implantada em maio de 2018, a 200 metros da área de banho. “Nossa meta é não deixar que os donos de quiosques fiquem no prejuízo, afinal de contas, muitos tiram o sustento daquela atividade. A gestão não está medindo esforços para que tanto os comerciantes, quanto o rio estejam aptos e preparados para os visitantes”, finaliza o secretário.







9 pensamentos em “Mesmo com prefeitura tentando conter avanço, Balneário Prainha sofre com invasão de baronesas”

  1. Estas baronesas já causou estrago no secretário do meio ambiente anterior e será que vai causar neste também?

    Não há tempo para fazer uma concorrência para retirada destes plantas, vai por qualquer tempo.

  2. ALEM OS ESGOTO , JOGANDO NO RIO , ESSES ESTRAGOS ESTÃO SENDO CAUSADO POR PISCICULTURAS, QUE ESTÃO DANDO MUITA RAÇOES AOS PEIXES, ESSAS RAÇOES ESTÃO DEIXANDO O RIO SÃO FRANCISCO PODRE, ENTRE ITAPARICA GLORIA E PAULO AFONSO…………… E O IMPACTO AMBIENTAL E GRANDE E NINGUÉM VER ISSO SÓ VER O LUCRO O DINHEIRO NO BOLSOS DOS GRANDE PRA LIBERAR AS LIBERAÇÕES E AUTORIZAÇÕES ……….

  3. Se estivessem tentando conter o avanço, teriam começado a remove-las assim que fossem encostando no cabo e não deixado chegar novamente a esse ponto. Agora serão meses de trabalho….assim como no ano anterior!
    cozinheiras e garçons sem trabalhar na maioria dos quiosques.

  4. Enquanto nao parar de jogarem esgoto no rio.. não vai parar de baronesa.. e a chesf tem culpa nisso. eles ficam retendo altas quantidades de baronesa.. e quando liberam o fluxo de agua.. essas invadem .. a chesf nao esta fazendo nada pra ajudar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.