Mário Galinho mostra em vídeo, realidade no bairro Barroca: “Priorizem as pessoas em vez de praças!”

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 15 de agosto de 2019 às 0:07

Vereador Mário Galinho. Foto: Reprodução.



 

Por Mário Galinho (Vereador)

 

Após três anos de gestão, restando apenas um ano para as próximas eleições, a prefeitura pede para avalizarmos um cheque de 80 milhões, para segundo eles, gerarem emprego. Então, eu pergunto: Se todo esse tempo não foi suficiente para implementar ações voltadas para geração de renda e emprego, porquê só agora às vésperas do pleito eleitoral? Uma gestão ineficiente, que prioriza apenas praças, que não corta a prática do nepotismo e seus gastos exorbitantes, que eleva o próprio salário (prefeito) acima do governador ou do presidente da república, que permite a farra das diárias nas secretarias, que mantém a qualquer custo secretários parasitas que só fazem mal ao nosso município, que faz da prefeitura um cabide de emprego eleitoral para muitos, merece que a sociedade pauloafonsina deposite sua confiança para endividar nosso município por longos anos? O povo não é besta! As intenções estão subtendidas para todos nós. Vejam vocês mesmo a situação da “Rua do Matadouro” no bairro Barroca. Revoltante! Em 2017 eu pedi através de requerimento (reiterado em 2019) a pavimentação dessa rua e até hoje, não foi atendido. Tenho dito, Gestão Pública é coisa séria! Priorizem as pessoas em vez de praças!

 

 

18 pensamentos em “Mário Galinho mostra em vídeo, realidade no bairro Barroca: “Priorizem as pessoas em vez de praças!””

  1. E o pior e que eles disem que o dinheiro e para gera emprego mentira o dinheiro e pra campanhas dele quem quiser que caia nessa armadilha parabens galinho

  2. Infelizmente a população mais pobre acaba por construir casas em locais de invasão sem ter a infraestrutura adequada como energia elétrica, água, coleta de lixo ou calçamento já que para o setor público essa área não existe. Muitas delas recorrem aos famosos “gatos” de energia, água e tampouco constroem fossas para despejar seus dejetos. Acho que numa situação dessas a prefeitura não seja a culpada. Realmente temos que verificar como se pode estar ajudando essas pessoas mas, o povo também tem que ter consciência do que vem fazendo. E o vereador sabe de tudo isso. Não adianta pôr requerimento para assistência de locais como invasões. A população deve primeiro regularizar a situação do bairro.

  3. Mario galinho é uma piada , e os analfabetos acreditam nele. Quero provas, cadê os registros das denúncias no MP ? Filmar as situações e fácil, agora denunciar já é complicado pq é justiça. Tire fotos das denúncias no MP que eu e a maioria da população vai acreditar em você! Caso contrário, se prepare para sair da prefeitura , pq você não vai ganhar a eleição sem mostrar a verdade , e as provas da verdade. Há, e tente melhorar seus assuntos , pq esse já está velho…. mostra ao povo o que o povo quer realmente ver , as façanhas que a prefeitura esconde .

  4. Muito bem Mario galinho, mais eu quero que o povo se lasque sabe porque voce mostra, ai nas eleições seu Marcondes, Marconi Daniel, Leco etc, não fazem nada só ajuda o prefeito e votam neles, seu Marcondes já vai no 8 mandado aquele parasita nunca fez nada.

  5. sou morador do bairro moxoto a prefeitura esta fazendo a parte dela limpa os bairro deixa tudo limpo quando os funcionarios da empresa gard vao embora a populaçao vai coloca os lixos entao galinho vc nao pode reclamar 1 noa temos um veriador no bairro nao faz porra de nada 2 o precidente do bairro e outro tambem nao faz porra de nada 3 o unico veriador que esta fazendo algumas coisa pelo o bairro e o belo do jadim bahia a verdade e esta quem gosto tudo bem e quem nao gosto da verdade e porque e mentiroso o que adianta vc faz a limpeza ai vem um porco suja as ruas entao ja que nao que ver as ruas limpas entao e melhor fica juntos com os ratos

    1. Cale-se j. Brito você é um grande retardado mentiroso as pessoas só deixa entulhos no lugar correto da coleta semanal vai fazer campanha para Edilson do hospital que não faz nada em seu galinheiro

  6. O que vai ter de acéfalos falando asneiras sobre esse vídeo, não serão poucos. Enquanto alguns vereadores engomadinhos não saem do ar condicionado, tem alguém trabalhando, não na quantidade que deveria ser, mas tem.
    Duvido que uma mínima parte dos R$ 80 milhões que o governo quer se enforcar será utilizado aí!

  7. Pra eu já coloquei um comentário nesse site. A estrada que vai pra o jua/açude está precisando de uma terraplanagem. Tem 2 crateras, uma na entrada e outra a 500 metros do trevo. Os caminhões da prefeitura passam várias vezes por dia jogando baronesa no lixão agravando ainda mais o problema. Lama, buracos e com as chuvas o problema só tende a piorar. A camada asfáltica que possui cerca de 1km de extensão e fina e não serve mais pra nada!

  8. Infelizmente existe idiotas do seu tipo para fazer esse comentário sem saber da verdade mais respeito para o povo barroca e o bairro mais antigo desse município como você mencionou invasão em um bairro que praticamente fortaleu o município ?

  9. Barroca e totalmente legalizada ok primeiro bairro da cidadezinha pacata melhoras para o bairro vereadores covardes só vem a cada 4 anos para o bairro alegando que e tudo certo e vai melhorar , cadê melhoras ?

    1. Ofensivo, só lhe peço para ir no google maps, no site dos correios e procure pela rua que foi visitada pelo vereador. A localidade não existe. Não adianta reclamar!!
      Mesmo que o bairro seja antigo, tenho certeza que esse local (rua) citado aí, surgiu a partir de invasões das pessoas. Construções irregulares sem ter infraestrutura adequada. É disso que falo. É muito fácil ir numa localidade destas e se aproveitar da falta de informação e conhecimento do povo humilde. O nome da prática efetuada por Galinho é demagogia.
      Antes de me xingar, primeiro procure no google o significado da palavra que adjetiva de maneira clara o que ele vem fazendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.