Mário Galinho discursa na Câmara e fala sobre UTI, Embasa e empréstimo dos R$ 80 milhões

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 11 de novembro de 2019 às 19:08

Foto: Assessoria



 

 

Na sessão ordinária da Câmara Municipal, nesta segunda feira, 11/11, o vereador do município,  Mário Galinho (SD) foi o terceiro utilizar a Tribuna e falou sobre alguns assuntos da semana, como a visita as obras da UTI e os prazos de entrega da obra. Na última quinta feira, Galinho esteve visitando a construção da UTI e publicou em redes sociais fotos do andamento das obras, além de dizer ser quase impossível que a obra fosse entregue em novembro, como previa o governador, quando esteve aqui para inaugurar a Policlínica em julho.

 

“Eu estive lá porque o povo me pede! Galinho e a UTI, vai sair? Então, vou sim continuar fiscalizando e cobrando…” Esse é um dos motivos pelo qual o vereador solicitou a ida do Secretário de Saúde, Dr. Ghiarone Garibaldi, até a Câmara, para que fossem dadas as explicações deste e de outros questionamentos sobre a saúde. “Se é que vai vir. Porque já convoquei outros secretários, em outras ocasiões e, ninguém veio aqui dar satisfação.” Disse Galinho.

 

Ainda no seu discurso o vereador entrou no tema EMBASA, que deixou alguns outros vereadores desconfortáveis. Todos os dias, algumas rádios da cidade recebem reclamações de falta de água em diversos bairros, a exemplo também da bomba do Bairro Centenário que vez ou outra está sem funcionar. “A única coisa com que estão gastando o dinheiro que foi liberado, é com propaganda. Melhorias não existem”.

 

Ao final, com o assombro ainda do empréstimo dos 80 milhões, Galinho fez uma ressalva no que diz ser uma “herança maldita” para Paulo Afonso, uma analogia ao projeto que Luiz de Deus lançou quando então Deputado Federal. O empréstimo irá endividar o município por 10 anos, com taxas de juros de 117%.




 

11 pensamentos em “Mário Galinho discursa na Câmara e fala sobre UTI, Embasa e empréstimo dos R$ 80 milhões”

  1. O GALINHO está mais que certo.
    Assunto EMBASA é assunto que o gestor queria dar por encerrado mais vejamos, será que o gestor vendeu a cidade para a EMBASA pois seu genro está a disposição da prefeitura por apenasmente R$ 45 mil reais mensais.
    Os vereadores se venderam aos caprichos do gestor votando pela continuidade da EMBASA na cidade, era a vez de talvez aprovar a EMBASA com uma pequena ressalva, só voltar a cobrar os talvez 80% depois de concluído todo esgotamento sanitário e tratamento em 💯 por cento da cidade e claro com fornecimento de água sem faltar como agora está.
    Acho que é um presente maldoso que os vereadores que votaram contra o povo.
    SE LIGUEM QUE AS ELEIÇÕES JÁ BATERAM NA PORTA DO POVÃO.

    1. EMBASA E COELBA ABUSAM,NÃO TEM PROCON,O QUE EXISTE É A FAVOR DO ESTADO DA BAHIA,SIGNIFICA DIZER QUE O POVO SE LAKA MERMO, UTI,SÓ QUANDO MINHOCA CRIAR DENTES .PAULO AFONSO TEM UMA DOENÇA INFECTUOSA DO GARDENAL ,PELO AMOR DE DEUS!

    1. ESPERO QUE NÃO DECEPCIONE QUEM QUER VER PAULO AFONSO VOLTAR A SER UMA CIDADE PRÓSPERA COMO ANTES DESSE POVO GRUDAR NAS TETAS.SE AFROXAR E FAZER ALIANÇA,JÁ SEI QUE A CIDADE TÁ AGORADA.

  2. ELE ESTA CERTO EM FALAR DA EMBASA MORRAMOS PRATICAMENTE DENTRO DA ÁGUA ERA PRO POVO PAGAR UMA TAXA MINIMA E ÁGUA TRATADA SEM FALHA . SEM CONTAR QUE SOMOS MAL ATENDIDO QUANDO PRECISAMOS DOS SERVIÇOS DA INTOCÁVEL EMBASA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.