Justiça determina que governo da Bahia pague salário de professores da Uneb em greve

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM BAHIA NOTÍCIAS | 6 de Maio de 2019 às 20:39




 

 

Os professores, servidores e temporários da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) conseguiram reverter, na Justiça, a decisão do governo do Estado de cortar o salário da categoria que está em greve há um mês (saiba mais aqui).

 

Em decisão publicada nesta segunda-feira (6), o desembargador Jatahy Júnior, do Tribunal de Justiça (TJ-BA), concedeu medida liminar para que o estado, em um prazo de 72 horas, efetue o pagamento dos salários do mês de abril de 2019 e eventuais meses subsequentes que tenham sido cortados. Os valores devem ser corrigidos e atualizados.

 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), decidiu cortar o salário dos professores universitários em greve, segundo confirmou ao Bahia Notícias. Os docentes da Uneb (Universidade do Estado da Bahia), Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz), Uefs (Universidade Estadual de Feira de Santana) e Uesb (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) fazem parte do movimento paredista.

 

Na decisão, o TJ-BA determinou ainda que o estado restabeleça os atendimentos aos docentes pelo Planserv. A cobertura do plano médico estadual teria sido interrompida com o corte de salários.




 

5 pensamentos em “Justiça determina que governo da Bahia pague salário de professores da Uneb em greve”

  1. TÃO FAZENDO TEMPESTADE EM COPO D’ÁGUA,
    O GOVERNO TA CERTO ,A CONTA TA ERRADA
    A MAIOR PARTE DAS VERBAS VÃO PRAS UNIVERSIDADES E O ENSINO FUNDAMENTAL SO MIGALHAS OS ALUNOS NÃO TEM UM BOM APRENDIZADO .DEIXEM DE OLHO GRANDE TEM QUE AJUDAR OS DE BAIXO TAMBÉM, E JA FOI DITO QUE QUANDO FOR APROVADA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, COM UM TEMPO VAI ATÉ AUMENTAR A VERBA QUE QUE FOI TIRADA E MAIS INVESTIMENTO NA EDUCAÇÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.