Homem que matou namorada em Jeremoabo e ateou fogo ao corpo é condenado a 26 anos de prisão

Depois de espancar e esfaquear vítima, ele ainda ateou fogo ao corpo

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM CORREIO DA BAHIA | 4 de dezembro de 2018 às 1:52

Depois de espancar e esfaquear vítima, ele ainda ateou fogo ao corpo. (Foto: Reprodução)



 

 

Foi condenado a 26 anos e 11 meses de prisão o homem acusado de matar a namorada em maio do ano passado em Jeremoabo, município distante 85 Km de Paulo Afonso. Raul de Jesus agrediu Izabelly Oliveira Bispo Souza com socos e golpe de facão. Quando ela desacordou, ele ainda ateou fogo à vítima para dificultar o esclarecimento do caso.Segundo a acusação, o crime aconteceu após uma discussão motivada por ciúmes da parte do homicida.

 

Raul foi preso em flagrante um dia depois do crime, e desde então segue preso preventivamente. No júri, foi levado em conta o motivo fútil para o crime e a destruição do cadáver. Por conta disso, Raul seguirá preso e vai começar a cumprir imediatamente sua pena em regime fechado.

 

O júri, presidido pelo juiz Leandro Ferreira de Moraes, encerrou a semana do Programa Nacional Justiça pela Paz e o Mês Nacional do Júri, uma ação conjunta do Ministério Publico estadual e do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia.

 

Nas redes sociais, na época do crime, muitos amigos expressaram seus sentimentos de tristeza com a morte de Izabelly e desejaram força para a família. “Linda minha amiga. Deus que coloque em um bom lugar”; “Deus conforte toda sua família”; “Você vai fazer muita falta amiga e vizinha”, foram algumas das mensagens.

 

Homem é condenado a 26 anos de prisão por matar namorada em Jeremoabo-BA. Depois de espancar e esfaquear vítima, ele ainda ateou fogo ao corpo. (Foto: Divulgação)






2 pensamentos em “Homem que matou namorada em Jeremoabo e ateou fogo ao corpo é condenado a 26 anos de prisão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.