Em discurso, Jean Roubert sugere redução da máquina pública, em momento de recessão

Por ASSESSORIA PARLAMENTAR | 15 de Abril de 2019 às 18:24

Vereador Jean Roubert em seu discurso na sessão ordinária dessa segunda-feira, 15/04, trouxe na pauta a sua preocupação com os recursos públicos.

Após as cordiais saudações, o vereador Jean Roubert em seu discurso na sessão ordinária dessa segunda-feira, 15/04, trouxe na pauta a sua preocupação com os recursos públicos.

 

O edil esclareceu a diferença entre previsão orçamentária (previsão) e recursos (são efetivos). Retratando a questão referente a perda do ICMS do município de Paulo Afonso, nesse primeiro trimestre.

 

“Temos que discutir aqui, agendas, projetos e propostas reais, com sinalizações de soluções. Dá prioridade ao essencial, e o que é essencial nesse momento, é a redução de custos da máquina pública, principalmente nesse momento de recessão”, sugeriu Jean Roubert.

 

Como pauloafonsino e fiscal, o vereador mostrou-se bastante preocupando. “Minha preocupação como Cidadão Pauloafonsino é uma só: Modelo de gestão, não estou apontando culpado, quero encontrar soluções. O modelo de gestão está desfocado, em 30 anos melhoramos muito à geografia de Paulo Afonso e muitas outras coisas, mas, se olharmos a independência financeira da economia primaria do município, ainda precisa melhorar. Não é possível que no sec. XXI, Paulo Afonso com 130 mil habitantes, ainda sobreviver unicamente de repasses condicionais, não é permitido, não produzirmos nada, Paulo Afonso tem que evoluir”.




 

Ainda como sugestão, Jean Roubert fez o seguinte questionamento: – Será que é momento de se fazer 3 festas consecutivas nesse momento de crise? Citando o São João, São Pedro e Copa Velas.

 

E finalizou dizendo mais uma vez, “O momento é de realinhar o custo da máquina pública, numa gestão com racionalidade e com responsabilidade. Temos que discutir soluções, minha preocupação é justamente essa”, Jean Roubert.




 




 

13 pensamentos em “Em discurso, Jean Roubert sugere redução da máquina pública, em momento de recessão”

  1. Concordo. Vamos reduzir o número de vereadores de 15 para 9. Vamos reduzir os salários do prefeito, vice, secretários e vereadores em 2/3. Vamos diminuir os comissionados tanto da Câmara quanto da prefeitura em 50%.

  2. Acabar com a secretaria de Indústria e comércio, seria uma das atitudes a ser tomadas com URGÊNCIA! não serve pra nada, só onera a máquina pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.