Dois médicos cubanos e um paraguaio conseguem permanecer em Paulo Afonso; novos profissionais iniciam trabalho

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR, COM INFORMAÇÕES DA PMPA | 5 de dezembro de 2018 às 20:15

Médicos estrangeiros chegaram a Paulo Afonso em abril de 2014. Foto: Arquivo/PMPA.



 

 

Na última segunda-feira (3), dois novos médicos do programa Mais Médicos, do Governo Federal, iniciaram o trabalho em Paulo Afonso. Os profissionais estão substituindo dois cubanos que atendiam na rede municipal de saúde e deixaram o Brasil após determinação do governo de Cuba.

 

Para o município, o edital do Ministério da Saúde prevê mais dois profissionais, que devem apresentar-se até 14 de dezembro, somando quatro. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a terceira médica inscrita apresentou-se na unidade nesta terça-feira (4) e deverá iniciar o trabalho na quinta-feira (6). “A terceira médica que está inscrita apresentou-se hoje na Secretaria de Saúde e deverá iniciar o trabalho amanhã. O Ministério da Saúde deu o prazo até dia 14 de dezembro; então estamos aguardando o outro inscrito da quarta vaga comparecer até a data final”, explicou o secretário de Saúde, Ivaldo Sales.

 

Ele ressalta que se caso até o dia 14 o médico inscrito não se apresentar, o Ministério abrirá outro edital para os municípios que ainda estão necessitando de profissionais. “Estamos seguindo os passos do Ministério da Saúde, que é o órgão responsável para orientar essa nova etapa do Programa Mais Médicos”, reforça Ivaldo.

 

Em Paulo Afonso, os dois profissionais que iniciaram o trabalho estão lotados na UBS São Francisco e na UBS Jardim Bahia. A médica atenderá na USB do Povoado Várzea. Durante estes anos, foram sete os médicos estrangeiros que atuaram no município, sendo seis cubanos e um paraguaio.

 

Desses, dois cubanos e o paraguaio solicitaram à justiça a permanência no Brasil, que foi autorizada antes do governo cubano obrigar a volta dos médicos a Cuba. Esses três médicos que conseguiram ficar no Brasil, continuam atendendo na rede de saúde de Paulo Afonso sem nenhuma alteração.

 

A Redação do portal PA4.COM.BR apurou que os dois médicos cubanos que permaneceram em Paulo Afonso se casaram recentemente, e por esse motivo, conseguiram continuar atuando na cidade.







2 pensamentos em “Dois médicos cubanos e um paraguaio conseguem permanecer em Paulo Afonso; novos profissionais iniciam trabalho”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.