Preso assaltante que roubou bancos na Bahia e Sergipe

Por | 10 de agosto de 2012 às 18:18

O foragido da Justiça Marinelson dos Reis, o “Cocão”, de 38 anos, envolvido em um assalto ao Banco do Estado de Sergipe (Banese) e no roubo à sede da Companhia de Habitação e Obras Públicas (Cehop) daquele estado, foi capturado, na manhã de quinta-feira (9), na localidade de Cova das Negras, no município baiano de Elísio Medrado, durante operação conjunta das polícias Civil e Militar. Ele será transferido nas próximas horas para o Complexo de Operações Especiais (COPE), em Sergipe.
Natural da cidade alagoana de União dos Palmares, o criminoso é suspeito de ter participado dos assaltos às agências bancárias das cidades baianas de Amargosa e Castro Alves, na Bahia. É acusado também de ser autor de homicídio e estupro, em São Paulo, além de roubos de carros e de residências em Aracajú e outros municípios sergipanos.   
         O delegado Edilson Campos Magalhães Alves, coordenador da 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Santo Antônio de Jesus, informou que “Cocão” vinha sendo investigado há 15 quinze dias, como suspeito de participar de crimes na Bahia. Foragido do sistema penitenciário sergipano, ele foi beneficiado pelo Indulto do Dia das Crianças e não retornou mais ao presídio.
         O titular da 4ª Coorpin, delegado Edilson Magalhães, que contou com o apoio do delegado Marcos Diógenes Lopes Maia, titular da DT/Elísio Medrado, informou que Marinelson tem mandado de prisão em aberto no estado de São Paulo. Em setembro de 2003 ele estuprou, assassinou e ocultou o cadáver de uma adolescente, de 16 anos, na cidade paulista de Poá, tendo sido condenado a uma pena de 30 anos e quatro meses de prisão.
No imóvel ocupado por ele, na localidade de Cova das Negras, as equipes da 4ª Coorpin e da Polícia Militar apreenderam documentos falsos e celulares. A companheira do criminoso, identificada como Elaine Cristina Rodrigues de Oliveira, é envolvida com o tráfico de drogas. Ela não estava no imóvel durante a abordagem policial.
Quadrilha
         Entre os diversos crimes atribuídos a “Cocão” estão os roubos de dois veículos na cidade de Itabaiana/SE e de outro veículo em Aracajú, arrombamentos de residências no bairro São José, zona sul da capital sergipana, e no interior do estado, além de um assalto a um ferro velho, no bairro Santos Dumont, também naquela capital.
As investigações indicam que os carros subtraídos pela quadrilha de Marinelson eram abandonados em via pública, dos quais os criminosos retiravam os acessórios para revender a receptadores. No início deste ano, o bando de “Cocão” assaltou uma agência do Banese, e no dia 10 de fevereiro roubou a sede da Cehop, em Sergipe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.